Rotas

Caminhos da Montanha

A pé ou de bicicleta, percorra estas magníficas paisagens!

Percursos Pedestres
Rotas BTT

PR 10 SEI - Rota da Caniça

A rota da Caniça atravessa um vale de relevo acidentado, onde a paisagem mantém um marcado carácter rural. No trajeto, a água é uma presença constante, sendo inúmeros os locais que convidam a um contacto próximo com a natureza.

PR 11 SEI - Rota do Vale do Rossim

A rota do Vale do Rossim segue por veredas antigas, ligando o Vale do Rossim, importante local de recreio, ao Sabugueiro, uma das mais emblemáticas aldeias serranas. No passado, estes caminhos eram percorridos por pastores, carvoeiros e agricultores que encontravam na montanha parte do seu sustento.

PR 12 SEI - Rota da Fervença

A Rota da Fervença tem início no Sabugueiro, atravessando uma paisagem tipicamente de montanha. Na aldeia, as tradições e costumes associadas à atividade pastoril permanecem profundamente enraizadas na vivência quotidiana.

PR 13 SEI - Rota da Ribeira de Alvoco

A rota da Ribeira de Alvoco percorre um vale encravado entre o Açor e a Estrela, fazendo a ligação entre Alvoco da Serra e Vide. Na paisagem sucedem-se aspetos que comprovam o passado agro-pastoril das gentes do vale, destacando-se pela singularidade os poços de broca, locais onde o curso das ribeiras foi desviado.

PR 14 SEI - Rota do Pastoreio

A rota do Pastoreio situa-se na vertente sul do maciço superior da serra Estrela, proporcionando boas vistas sobre uma vasta área da região Centro. No passado, estes caminhos eram percorridos por pastores e rebanhos transumantes, que subiam das faldas da serra às pastagens de verão localizadas no alto da montanha.

PR17 CVL - Rota das Pontes

Com início e fim no parque infantil à entrada da sede da freguesia de Cortes do Meio, este percurso circular atravessa vários poços, passando pelo ex-libris deste trilho, o Poço do Funil. O trajeto contempla vários atrativos turísticos de natureza, incluindo ribeiras, veredas, pontes, vales, caminhos rurais e florestais.

PR2 GRD - Rota da Cabeça Alta

Este é um percurso circular que se desenvolve em ambiente maioritariamente rural e natural e que lhe irá permitir descobrir as dinâmicas da agricultura de montanha. Na paisagem predominam os campos de centeio e o Vale do Rio Mondego, sendo o maciço central da Serra da Estrela uma presença constante no horizonte visual.
É um percurso fácil, mas que pela sua duração exige uma razoável condição física. Tem início e final em Videmonte com passagem pelo ponto mais alto no concelho da Guarda, o marco geodésico da Cabeça Alta (1287 m). Já na parte final poderá observar a Necrópole Rupestre do Souto da Caravela.

PR3 GRD - Rota de Barrelas

Este percurso linear liga as povoações de Famalicão da Serra a Videmonte, com passagem na Quinta da Taberna e no Parque de Merendas aí existente, antes de cruzar o Rio Mondego. Percorrendo ambiente maioritariamente rural surpreendem os bosques de pinho, carvalhos e castanheiros com que nos cruzamos amiúde durante o percurso. É um percurso onde a progressão se torna fácil dado o tipo de caminhos que se utilizam, mas que, em função do sentido em que for realizado, requer um esforço físico relevante.

PR1 MTG - Rota do Poço do Inferno

Pequena Rota com 2,5 km, permite contemplar o Vale do Rio Zêzere e o Vale da Ribeira de Leandres, com um conjunto de cascatas incríveis .

Rota dos Soutos

Percurso circular, de dificuldade média, com 11,54 km de extensão.

KML
Ver no mapa

ver no mapa